Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

É inegável o fato de que a tecnologia possui múltiplos benefícios e é uma grande aliada da era moderna. Apesar disso, ela também traz malefícios, como é o caso da nova Text Neck Syndrome.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), no final de 2019 o Brasil possuía cerca de 226,7 milhões de aparelhos celulares – em uma população estimada de 202,7 milhões de habitantes. Além dos smartphones terem ultrapassado em número os habitantes do país, eles também fizeram com que esse tipo de lesão específica emergisse. 

Mas, afinal, o que é a Text Neck Syndrome? 

Continue lendo para saber mais?

O que é a Text Neck Syndrome?

A text neck syndrome ou, como ficou conhecida no Brasil, “síndrome do pescoço de texto” é uma lesão por esforço repetitivo causada pelo uso do aparelho celular ou do computador por períodos prolongados de tempo, em associação com a adoção de uma postura incorreta na qual há anteriorização de cabeça com flexão de pescoço. O termo foi desenvolvido pelo quiroprata americano Dean L. Fishman.

O que causa a Text Neck Syndrome?

O peso que a cabeça humana exerce sobre a coluna é diretamente influenciado pelo ângulo no qual ela se encontra. Por exemplo: em situações nas quais o esqueleto axial está alinhado de forma neutra, o peso é de, aproximadamente, 5 quilos.

No entanto, à medida em que a cabeça se anterioriza o peso exercido pode aumentar em até 6 vezes. Uma estimativa aponta que enquanto a coluna cervical é mantida a 15° de flexão, ela oferece um peso relativo da cabeça de 13 quilos. Já 30° de flexão se torna um peso de 20 quilos,  45° é o equivalente a 25 quilos e uma inclinação de 60° pode chegar a pesar até 30 quilos. 

Esse desarranjo em relação à posição neutra é uma séria ameaça à integridade da coluna. A postura da cabeça para frente e para baixo aumenta a carga mecânica das articulações e ligamentos da coluna cervical, além de aumentar a demanda da musculatura posterior do tronco.

Isso pode levar ao desenvolvimento de deformidade óssea, inflamação ligamentar, pinçamento nervoso, estiramento muscular, compressão e/ou hérnia discal, além de diversas outras condições.

text-neck-syndrome-efeitos

Imagem traduzida de: Hansraj KK. Neuro and spine surgery surgical technology. Assessment of stresses in the cervical spine caused by posture and position of the head. Surg Technol Int. 2014 Nov;25:277-9.

Sintomas de Text Neck Syndrome

O Text Neck Syndrome pode causar resultados como quadros de cervicalgia agudos ou crônicos. A dor na região do pescoço, além de ter aumentado em prevalência na última década, também tem atingido cada vez mais indivíduos jovens.

Um estudo realizado com mais de 7 mil jovens adultos (entre 20 e 24 anos) observou fortes evidências da associação entre dor na região das costas e do pescoço com o tempo dispendido com o uso de aparelhos digitais (GUSTAFSSON et al., 2016). 

Diversos sintomas podem estar ligados ao Text Neck Syndrome. No entanto, nem todos eles precisam aparecer em conjunto para que o indivíduo busque ajuda profissional. Alguns dos sintomas mais comuns que podem surgir são:

  • Dor na região cervical e/ou na região da coluna torácica e das costas;
  • Dor nos ombros;
  • Tensão na região do músculo trapézio ascendente e transverso;
  • Alteração postural;
  • Formigamento ou sensação de dormência em membros superiores, mãos e dedos;
  • Dor de cabeça constante ou intermitente;
  • Dificuldade de movimentar o pescoço;

Tratamento de Text Neck Syndrome 

Além do tratamento medicamentoso, que pode ser usado para aliviar os sintomas em caso de dor extrema e aguda, o tratamento conservador não medicamentoso é o mais indicado para casos de Text Neck Syndrome.

Algumas soluções para evitar, tratar ou reverter o quadro da disfunção passam pela educação da população sobre a postura correta. Ela deve ser adotada durante o período de uso dos aparelhos eletrônicos; uma orientação adequada e a utilização de técnicas fisioterapêuticas também podem ser muito úteis nesse sentido. 

Além disso, diminuir o tempo de uso de aparelhos móveis ou fazer pequenos intervalos a cada 15 minutos – para alongar a musculatura envolvida com a coluna cervical e com os ombros – são estratégias que diminuem o risco de ocorrência de lesões mais graves.

Em relação à educação postural, o correto posicionamento abrange manter o pescoço na posição neutra (ou seja, alinhar os lóbulos das orelhas com o centro dos ombros e projetar o olhar para a linha do horizonte) e levar a tela do celular até pouco abaixo da altura dos olhos.

A ergonomia para o uso das telas também envolve adequar a altura da mesa ou do local no qual os dispositivos eletrônicos (como computadores e notebooks) estão alocados. Para isso, deve-se apoiar os cotovelos em alguma superfície, para que a tela do smartphone fique na altura dos olhos. Isso evita a sobrecarga das articulações de ombro e cotovelo; também é importante regular o tamanho da letra e a luminosidade da tela do aparelho de acordo com o ambiente em que o indivíduo se encontra.

Fisioterapia para Text Neck Syndrome

Dentre as condutas que o fisioterapeuta deve ter antes de iniciar qualquer intervenção está a realização uma boa avaliação, elemento indispensável em pacientes de Text Neck Syndrome.

A anamnese deve envolver questões como a duração, a intensidade e a localização da dor. Também devem ser avaliadas as posturas que agravam ou que melhoram o quadro álgico, a atividade laboral do indivíduo, o tempo médio diário de uso das telas e os comportamentos relacionados à prática de atividades físicas.

O fisioterapeuta pode, ainda, analisar exames de imagem que o indivíduo já tenha feito ou realizar alguns testes específicos complementares para a avaliação de desvios posturais – como escoliose, hiperlordose e hipercifose

Além disso, o fisioterapeuta pode realizar palpação para detectar pontos de tensão muscular ou anormalidades ósseas e tendíneas, visando confirmar os principais motivos causadores do quadro álgico. Após esse primeiro momento, o objetivo será a diminuição da dor do paciente visto que, além de ser a provável queixa principal desse indivíduo, a dor impede o movimento articular correto.

Dessa forma, o alívio da dor causada pela Text Neck Syndrome pode ser realizado por meio do uso de aparelhos específicos de recursos físicos próprios para analgesia, tais como eletrotermofototerapia (ultrassom, estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS), etc.) e crioterapia. Outras opções envolvem acupuntura, massoterapia, uso de bandagens funcionais elásticas, entre outros.

A cinesioterapia também é um ponto chave – tanto para o tratamento da dor quanto para a prevenção da recorrência dos sintomas e manutenção dos benefícios da terapia. Alguns pontos a serem trabalhados na sessão de fisioterapia são, por exemplo, exercícios para correções posturais, mobilidade articular, alongamento e fortalecimento muscular. 

Conclusão

A Text Neck Syndrome é uma síndrome nova e ainda pouco conhecida. Por isso, é importante que o fisiterapeuta tenha conhecimento da sua existência e sintomas, para que possa realizar um tratamento adequado. 

Nesse sentido, é importante frisar que o acompanhamento por um fisioterapeuta é fundamental, pois é ele quem vai orientar e traçar os objetivos individuais de tratamento de acordo com a necessidade e particularidade de cada caso.

Além disso, o fisioterapeuta é o profissional qualificado para orientar o indivíduo para que ele possa, sozinho, ter consciência dos movimentos para realiza a manutenção da postura correta na realização das atividades de vida diária, além de realizar exercícios em casa para que não haja recorrência do quadro.

Referências

Cuéllar, JM, Lanman, TH. “Text neck”: an epidemic of the modern era of cell phones? The Spine Journal, 17(6), 901–902.

Damasceno GM, Ferreira AS, Nogueira LAC, Reis FJJ., Andrade ICS, & Meziat-Filho, N. Text neck and neck pain in 18–21-year-old young adults. European Spine Journal. 2018; 27(6), 1249–1254. 

Gustafsson EThomée SGrimby-Ekman AHagberg M. Texting on mobile phones and musculoskeletal disorders in young adults: A five-year cohort study. Appl Ergon. 2017 Jan;58:208-214. 

Hansraj KK. Neuro and spine surgery surgical technology. Assessment of stresses in the cervical spine caused by posture and position of the head. Surg Technol Int. 2014 Nov;25:277-9.

Kwon JW, Son SM, Lee NK. Changes in upper-extremity muscle activities due to head position in subjects with a forward head posture and rounded shoulders. J Phys Ther Sci. 2015. 27; 6:1739–1742. 

Neupane S, Ifthikar Ali UT, Mathew A. Text-Neck Syndrome-Systemic review. Imperial Journal of Interdisciplinary Research. 2017; 3(7):141-148.

Sharan D, Mohandoss M, Ranganathan R, Jose J. Musculoskeletal disorders of upper extremities due to extensive usage of hand held devices. Annals of Ann Occup Environ Med. 2014; 26(22).

Toh SH, Coenen P, Howie EK, Straker LM. The associations of mobile touch screen device use with musculoskeletal symptoms and exposures: a systematic review. PLoS One. 2017; 12(8): e0181220. 

Vate-U-Lan P. Text Neck Epidemic: A growing problem for smart phone users in Thailand. Proceedings of the twelfth international conference of eLearining for knowledge based society; 2015