Share, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Saiba como utilizar a Luz Intensa Pulsada (LIP) na Fisioterapia

Saiba como utilizar a Luz Intensa Pulsada (LIP) na Fisioterapia
Gostou? Avalie!

Você sabe o que é a luz intensa pulsada? Essa técnica utilizada na fisioterapia dermato funcional, é muito utilizada para realizar procedimentos como a depilação, rejuvenescimento e até mesmo tratamento da acne.

Pensando nisso, preparei este texto para que você possa entender afundo o que é a luz intensa pulsada, como ela age na pele e quais os principais tratamentos que a utilizam. Continue lendo para saber!

Entendendo a Luz Intensa Pulsada

espectro-visivel-da-luz-editado
Fonte: Info Escola

A Luz Intensa Pulsada (LIP) é uma fonte de luz de alta intensidade proveniente de uma lâmpada de xenônio que emite uma luz policromática. Ela é composta por vários comprimentos de onda que vão de 400 a 1200nm.

Estes comprimentos de onda são selecionados por filtros de cristal de quartzo colocados na saída de luz e, de acordo com o comprimento de onda selecionado, atingem os cromóforos desejados.

A Luz Intensa Pulsada é caracterizada por:

  • Policromaticidade – espectro de luz que abrange as cores do violeta ao infravermelho.
  • Não Coerente – a energia da luz é emitida em todas as direções. O direcionamento do feixe luminoso LIP é realizado por meio de refletores espelhados especiais colocados atrás da lâmpada de xenônio.
  • Não Colimada – a luz da LIP possui divergência angular muito grande, não havendo um ponto focalizado como se fosse uma lâmpada comum.

espectro-visivel-da-luz

Os Cromóforos (cromo = cor / phoro = portador) e suas respectivas interações são:

  • Melanina: radiação UV (340 a 1000nm); luz verde (532nm) e IV (800 a 1200nm).
  • Hemoglobina: radiação UVA (300nm), luz azul (450nm), luz verde (520 a 540nm) e luz amarela (570 a 580nm).
  • Colágeno: luz visível (380 a 780nm) e IV (800 a 1200nm).
  • Água: radiação IV (acima de 1200nm).

Filtros para tratamentos estéticosespectro-visivel-da-luz-1

Azul

  • 400 à 450 nm
  • Ação bem superficial
  • Acne
  • Queratose actínica

Verde / Aamarelo

  • 500 à 650 nm
  • Ação superficial
  • Telangectasias
  • Rosácea
  • Melanoses solares
  • Acne
  • Estrias
  • Rejuvenescimento

Vermelho

  • 620 à 750 nm
  • Cromóforo: melanina
  • Depilação
  • Manchas + profundas

Infravermelho

  • 780 à 950 nm
  • Depilação em fototipos + altos
  • Como possui ação profunda, poupa a melanina da superfície da pele

Absorção da Luz Intensa Pulsada

O tecido de interação da luz intensa pulsada é controlado por três grandes fenômenos: reflexão, absorção e espalhamento. Uma parte significativa da luz é refletida a partir da superfície cutânea.

Já o restante da luz é absorvida pelos cromóforos: pela melanina presente na epiderme e pelos; pela hemoglobina, contida no sangue; e pela água presente em praticamente todas as estruturas.

Mecanismo de Ação da LIP

Fonte de luz → estrutura alvo → calor nas células → microlesão localizada → desnaturação por efeito térmico → ↓ dano térmico ao tecido circundante.

Fototermólise Seletiva

Combinação do comprimento de onda com a duração do pulso luminoso emitido que proverá a energia necessária para lesar somente o tecido-alvo, com o mínimo de lesão das regiões adjacentes.

Elementos básicos da fototermólise seletiva:

1-  Comprimento de onda que alcance e seja preferencialmente absorvido pelo alvo.

2-  Tempo de exposição menor ou igual ao necessário para que as estruturas alvo se resfriem.

3-  Fluência suficiente para alcançar a temperatura para danificar o alvo.

Parâmetros:

FLUÊNCIA / DOSE:

  • Quantidade de energia (J) liberada sobre uma área (cm²) ⇒ J/cm².
  • Fluência (J/cm²) = energia (J) x área (cm²)

CALOR:

  • O calor se propaga por condução, convecção ou irradiação.
  • Quanto maior a condutibilidade da matéria, menor o seu tempo de relaxamento térmico.

DURAÇÃO DO PULSO:

  • Determina o grau de lesão térmica de uma determinada estrutura-alvo.
  • Para controlar esta lesão, se faz necessário controlar também o tempo de resfriamento do alvo.
  • Consegue-se um aquecimento mais seletivo do alvo quando a energia é aplicada a uma taxa maior do que a do resfriamento das estruturas-alvo.
  • Para restringir este processo ao local desejado, é necessário compreender o processo do tempo de relaxamento térmico.

TEMPO DE RELAXAMENTO TÉRMICO (TRT)

  • Tempo necessário para que o alvo tratado perca 50% do calor através do processo de dissipação térmica.
  • Duração do pulso for menor ou igual ao TR ⇒ menor a dissipação de energia para as estruturas adjacentes ⇒ menor risco de intercorrências.
  • TR da melanina da epiderme é de 3 a 10ms e da melanina do pelo de 40 a 100ms.
  • Folículo de 20 a 30ms / Bulbo de 20 a 40ms
  • Vaso de 0,1mm de uma mancha de vinho do porto (MVP): 10ms.

CRIOPROTEÇÃO

  • A LIP necessita de resfriamento para proteção da epiderme.
  • A absorção da luz causa liberação de calor na epiderme, com consequente dano térmico. O dano pode resultar em bolhas, manchas e cicatrizes. Mais comuns em peles bronzeadas e fototipos mais altos.
  • Os aparelhos mais modernos de Luz Intensa Pulsada trazem um resfriamento da ponteira, chamado de cooling ou de crioproteção.
  • Este Cooling (resfriamento da ponteira): Evita dano epidérmico; Traz mais conforto ao paciente; E deixa trabalhar em fototipos altos, minimizando dor e eritema

Contraindicações da Luz Intensa Pulsada

Existem algumas contraindicações de se utilizar a Luz Intensa Pulsada. São elas:

  • Herpes
  • Gravidez e lactação
  • Quimioterapia e/ou radioterapia
  • Histórico de queloides
  • Patologias de base descompensadas
  • Peeling químico recente
  • Fototipo VI
  • Tatuagem
  • Bronzeamento em atividade
  • Medicamentos como: isotretinoína (roacutan e acnova), anti-inflamatório, ácido acetilsalicílico, corticoides, anticoagulantes, fotossensibilizantes.

Anatomia e Fisiologia da Peleespectro-visivel-da-luz-2

A pele constitui a primeira linha de defesa do corpo humano contra as agressões do meio externo, sendo assim o mais extenso órgão sensorial respondendo a estímulos táteis, térmicos e dolorosos. O tecido cutâneo é uma membrana de camada dupla, epiderme e derme, que envolve toda a superfície exterior do corpo.

Além disso, a pele constitui-se de três partes diferentes sendo elas:

  • Epiderme: camada mais superficial, suas principais funções são proteção e produção de queratina, importante para a impermeabilidade da pele.
  • Derme: formada por um tecido gorduroso subcutâneo, de onde se origina os folículos pilosos, glândulas apócrinas e glândulas sudoríparas écrinas.
  • Hipoderme: formada por tecido conjuntivo adiposo une a derme aos órgãos mais profundos. É dividida em duas camadas, a superficial e a camada profunda.

A cor da pele resulta de uma série de fatores, o de maior importância é a quantidade de melanina. A melanina é sintetizada no melanócito que se encontra na camada basal da epiderme. Quando não ocorre síntese no melanócito ou essa atividade está muito reduzida, não há produção de melanina.

Peles mais escuras (Classificação de Fitzpatrick), há mais absorção de luz.

Quanto maior for a quantidade de melanina, maior a chance de sequelas desagradáveis: queimaduras, manchas hipocrômicas ou hipercrômicas.

De acordo com a quantidade de pigmentação encontrada na pele, Fitzpatrick classificou os fototipos cutâneos.

tabela-luzes

O Pelo

Verifica-se que no organismo existem dois tipos de pele diferentes: a pele pilificada que contém pelos e recobre a maior parte do corpo e a pele glabra que não apresenta pelos nas regiões das palmas das mãos, nas plantas dos pés, pálpebras, face lateral dos dedos, entre outras áreas.

Os pelos são estruturas queratinizadas que se desenvolvem a partir de uma invaginação na epiderme. Sua cor, tamanho e disposição variam de acordo com a raça e região do corpo.

O pelo tem a função essencial de proteção, evita atritos, protege contra agentes externos e contra os raios ultravioletas.

espectro-visivel-da-luz-3

O crescimento do pelo ocorre como um ciclo contínuo, proporcionando alteração de períodos de crescimento com outros de repouso ao longo da vida. A fase anágena é a fase de proliferação ativa da matriz do pelo, nesta fase os pelos estão ligados à sua matriz e existe uma maior concentração de melanina.

A fase catágena, é a fase onde o pelo se desprende de sua matriz e na fase telógena ocorre a queda do pelo. Através da fase telógena, quando o pelo se solta, o folículo permanece inativo até que se inicie uma nova fase anágena e o estimule, repetindo assim o ciclo: anágena, catágena e telógena. A duração de cada fase varia de acordo com a região do corpo em que o pelo está localizado (BORELLI, 2007).

A pigmentação do pelo vem dos melanócitos que fornecem melanina às células da raiz e córtex do pelo.espectro-visivel-da-luz-4

Indicações de Tratamentos com a LIP

Depilação

O tratamento se baseia na entrega de energia para a melanina presente na haste do pelo, que ao absorver a luz provoca o aquecimento da raiz do pelo (acima dos 70 graus) e a coagulação das proteínas do bulbo, atrofiando-o e destruindo-o por completo.

O objetivo do tratamento é promover a depilação prolongada, redução significativa do número de pelos, por um período maior do que o ciclo de crescimento completo por mais de seis meses na região tratada.

Protocolo

Realizar a sessão com intervalos que irão variar de 3 a 8 semanas.

Corporal: média de 4 a 6 sessões

Facial: média de 8 a 10 sessões

Número e intervalo de sessões dependem:

  • Tipo de pele
  • Características do pelo
  • Região do corpo

Expectativa de resultados: Redução progressiva e prolongada de aproximadamente 80% dos pelos

Paciente vai observar:

  • Redução;
  • Longos períodos sem pelos;
  • Pelos modificam (mais finos, claros e fracos).

LIP e o pelo branco

Protocolo

Depilação com cera quente + fotodepilação (terapia vascular) após 5 minutos

Objetivo: coagulação da matriz e do bulbo piloso, pela coagulação do sangue residual.

Resultado: pelos mais finos e o lapso de tempo entre as barbeações do cliente.

Rejuvenescimento

O envelhecimento cronológico ou intrínseco é determinado geneticamente; e o envelhecimento extrínseco, também chamado fotoenvelhecimento, ocorre por exposição à radiação ultravioleta. Em relação aos fenômenos histológicos do envelhecimento, existem diferenças entre o intrínseco e o extrínseco.

O fotorrejuvenescimento não-ablativo com a luz intensa pulsada funciona causando danos térmicos reversível do colágeno pela penetração da luz na derme e aquecimento direto destas estruturas, poupando a epiderme. Desta forma, obtém-se a contração das fibras de colágeno e a remodelação propriamente dita das fibras após o período inflamatório.

Mecanismo de Ação:

  • O Calor é conduzido pela melanina e hemoglobina, alcançando as fibras colágenas na derme;
  • Estimulo da neocolagenese devido a injúria térmica do colágeno com subsequente reparação do mesmo, através dos fibroblastos;
  • O estimulo de remodelação do colágeno promove a melhora do tônus e da textura da pele;

espectro-visivel-da-luz-5

A avaliação histopatológica revelou aumento intenso e significante de 51,33% de fibras colágenas.

LIP na Acne

A emissão de Luz Intensa Pulsada, com comprimentos de onda de 400 a 570nm, age nas porfirinas endógenas produzidas pela bactéria P. acnes, causando um stress oxidativo e induzindo a fotodestruição das células afetadas, resultando na eliminação gradual da acne e suas sequelas.

As porfirinas tornam-se quimicamente ativas e liberam oxigênio, este, age diretamente na bactéria que é anaeróbica, e a destrói.

Quanto maior o grau da acne mais brando deverá ser o tratamento.

Acne

  • Acne é uma inflamação das glândulas sebáceas da pele. Essas glândulas produzem uma substância chamada sebo, formada por diversos tipos de gorduras.
  • O sebo é normalmente eliminado pelo folículo pilossebáceo, formado de um pelo e uma glândula sebácea, situado na camada intermediária da pele (derme).
  • Quando um espessamento da pele provoca obstrução do folículo pilossebáceo, o sebo fica retido e forma cravo ou comedão.
  • Então, ocorre uma proliferação de bactérias, dando origem à acne.

espectro-visivel-da-luz-6

Terapias Vasculares

As telangiectasias são dilatações de capilares finos e ramificados, possuindo tonalidade avermelhada ou arroxeada.

  • No corpo: A gravidez é um período propício para o desenvolvimento de vasos, sendo decorrentes do aumento do volume de sangue e dificuldade para retorno venoso. No entanto, o uso de medicação anticoncepcional, a falta de atividades físicas e a obesidade cooperam para o aparecimento desses pequenos vasos sanguíneos.
  • Na face: Provenientes do excesso de exposição solar, envelhecimento cutâneo, ingestão de álcool, uso prolongado de medicamentos tópicos ou após quadros de rosáceas.

Mecanismo de Ação:

  • Absorção pelo cromóforo Hemoglobina;
  • Energia luminosa é absorvida e transformada em calor;
  • Provocando a coagulação do vaso.

Dicas:

  • Para trabalhar corretamente os vasinhos: quanto maior o calibre da telangiectasia (vasinho) mais brando deverá ser o tratamento (menos energia deverá ser depositado no tecido).
  • Para obtenção de melhores resultados: é aconselhado associar a escleroterapia previamente a aplicação da LIP.

Rosácea

A rosácea é uma doença crônica que geralmente se manifesta como flushing, eritema facial persistente, telangiectasias, pápulas e pústulas. A luz intensa pulsada (LIP) é reportada para tratamento das lesões vasculares de rosácea facial.

Aqui o cromóforo alvo sempre será a hemoglobina.

Mecanismo de Ação:

O espectro de ondas entre 535 e 680nm atinge principalmente as lesões vasculares, além de ser bem absorvido pela melanina, tornando-o eficiente também no tratamento das lesões pigmentadas. Já, o espectro entre 860 e 1200nm cobre valores intermediários de absorção pela melanina e hemoglobina, assim aumentando seu aquecimento. Como comprimentos de onda maiores penetram mais profundamente, essa faixa é mais eficaz no tratamento de lesões maiores e mais profundas.

Manchas

Nos casos de manchas, ocorre lise (quebra) de melanossomas por ação do calor, assim a melanina (pigmentação) é fragmentada em pequenas partículas. As células que contém melanina são danificadas, apresentando respostas de clareamento à luz.

  • Quanto mais hiperpigmentada for a mancha, mais brando deverá ser o tratamento.

Respostas:

  • Escurecimento: Agregação da melanina
  • Eritema ao redor: processo inflamatório
  • Clareamento tardiamente: formação de crostas que desprendem em 10 a 12 dias.
  • Não devem ser retiradas.

Conclusão

A Luz Intensa Pulsada é uma ótima opção para realizar o tratamento de diversos casos, sejam eles estéticos ou não. Porém para que esse tratamento aconteça de forma correta, é importante estar ciente a corda luz e ao tipo de pele.

Além disso, estar ciente das contraindicações é essencial para que o paciente não seja prejudicado durante o tratamento com a Luz Intensa Pulsada. Desta forma, especializando-se no assunto e levando em conta as dicas escritas nesse texto, você com certeza conseguirá tratar seu paciente da melhor maneira!

Written by Ana Carolina Guedes

Ana Carolina Guedes

Fisioterapeuta graduada na Universidade Paulista – UNIP;
Pós-graduada em Estética e Cosmetologia;
Atuando na área da estética há 13 anos;
Atualmente é docente pelo ICosmetologia nos cursos de Pós Graduação e MBA; Docente pelo ITA Instituto Tricia Alethea em diversas modalidades de cursos livres; Consultora em clinicas de estética, dermatologia e Spas.
Já atuou como:
·Responsável Técnica na empresa Danna Nutrição e Estética
·Gerente Administrativa no Salão de Cabeleireiro Constantino’s de Moema
·Supervisora de Estética na Corppus Saúde e Estética (unidade Morumbi)
·Supervisora Técnica e Administrativa do Centro Dermatológico Sergio Talarico
·Fisioterapeuta Técnica na Shopfisio
Habilitada em Estética facial, corporal, capilar, pré e pós-operatório;
Possui habilitação para realizar tratamentos com: ultrassom, ultracavitação, lipocavitação, terapias combinadas, radiofrequência, LED, criolipólise, luz intensa pulsada, lasers diversos, carboxiterapia, microagulhamento, jato de plasma e eletrocautério, e cosmetologia geral;
CREFITO 3 – 98.289-F

5 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *